http://www.paraiba.pb.gov.br/odestadual/wp-content/themes/2014/temp/ode_fullbanner_910x90.gif

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Empresa que doou R$ 1 milhão para campanha do PMDB/Zé Maranhão fazia negócios com construtora de fachada

Empresa que doou R$ 1 milhão para campanha do PMDB/Zé Maranhão fazia negócios com construtora de fachada 
O site do Jornal O Globo destacou nesta quarta-feira (17), que grandes empreiteiras contrataram os serviços de uma construtora de fachada controlada pelo esquema do doleiro Alberto Youssef para supostamente fiscalizar, fazer medições e outras ações em contratos com a Petrobras.

Entre as empresas que contrataram o empreendimento fantasma, está a Coesa Engenharia LTDA, integrante do Grupo OAS com sede na Bahia e filiais em vários estados do Brasil, que teria doado a bagatela de R$ 1 milhão ao PMDB, quantia essa que foi repassada pelo partido para a campanha do ex-governador José Maranhão ao Senado.

Veja abaixo a Doação do PMDB Nacional, doador originário Empresa Coesa e valor R$ 1.000.000,00
Segundo a publicação do jornal, a Coesa pagou R$ 650 mil para receber da construtora que não tem funcionários "consultoria técnica para obras do setor civil", e projetos para viabilizar a implantação de projetos no interior paulista. O Consórcio Viário São Bernardo, composto por Coesa e Concremat, pagou R$ 1 milhão para a mesma Rigidez por serviço de consultoria.

Veja a matéria do Jornal O Globo na íntegra:

Grandes empreiteiras brasileiras contrataram os serviços de uma construtora de fachada controlada pelo esquema do doleiro Alberto Youssef para supostamente fiscalizar, fazer medições e outras ações em contratos com a Petrobras. Documentos apreendidos pela Polícia Federal no escritório da contadora Meire Poza mostram que a Empreiteira Rigidez, de Youssef, foi contratada mesmo sem ter know how para o serviço. Dados do Ministério do Trabalho atestam que a empresa nem sequer possui funcionários.

Deflagrada em março, a Operação Lava-Jato já tinha identificado o trânsito de recursos das empreiteiras e outros fornecedores da Petrobras por contas da MO Consultoria e da GFD Investimentos, também de Youssef. Somente em 30 de julho deste ano, porém, a PF recolheu no escritório da contadora provas de que mais empresas atuavam sob controle do doleiro, como a Rigidez. Consórcios liderados por Queiroz Galvão e Engevix; Coesa, subsidiária da OAS; e Sanko Sider, subcontratada pela Camargo Corrêa para obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, fizeram negócios com a construtora de fachada.

As obras da estatal passaram a ser alvo dos investigadores com a constatação da relação entre Youssef e o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa, que está preso no Paraná e em processo de delação premiada no qual já citou políticos e grandes empresas como integrantes do esquema de desvios de recursos.

O Consórcio Ipojuca, formado por Queiroz Galvão e Iesa Oléo e Gás, tem um contrato de R$ 2,7 bilhões para obras da refinaria Abreu e Lima. O consórcio é um dos "clientes" da Rigidez. Notas fiscais encontradas no escritório da contadora mostram que o grupo repassou ao menos R$ 1,3 milhão para a Rigidez entre os meses de dezembro de 2010 e novembro de 2011 a título de "prestação de serviços de consultoria". A PF encontrou, ainda, um termo de distrato entre as duas empresas que menciona o encerramento de um acordo fixando um valor para pagamento de R$ 321 mil em dezembro de 2010. Esse termo diz que o acordo com a Rigidez se referia a um contrato do consórcio Ipojuca com a Petrobras.

No caso do Consórcio URC, liderado pela Engevix com a Niplan e NM, a vinculação com a Petrobras é direta. A empreiteira ligada a Youssef foi supostamente contratada para dar apoio ao grupo e coordenar a análise de documentações relativas ao contrato feito com a estatal para modernização da refinaria de Presidente Bernardes, em Cubatão (SO). A Rigidez recebeu R$ 4,8 milhões, o equivalente a 1% do contrato feito pela estatal com o consórcio das empreiteiras.

A correlação de repasses de recursos para a Rigidez com obras da Petrobras acontece também no caso da Sanko-Sider, construtora subcontratada pelo Consórcio CNCC (Camargo Corrêa e Cnec). A Sanko-Sider contratou a Rigidez em julho de 2011, por R$ 2,3 milhões, para "serviços específicos de consultoria técnica, visando a elaboração de pleito e reestudos e adequação do cronograma de entrega do contrato assinado com Consórcio Camargo Corrêa-CNEC (CNCC)". O consórcio foi formado para realizar obras da refinaria Abreu e Lima e tem um contrato de R$ 3,4 bilhões com a Petrobras, que, com aditivos, já chegou a R$ 3,8 bilhões. Nos documentos apreendidos pela PF, há uma nota fiscal emitida pela Rigidez que indica outro repasse de R$ 935 mil pela Sanko-Sider a título de consultoria.

A Coesa, do grupo OAS Empreendimentos, também repassou recursos para a Rigidez. Pagou R$ 650 mil para receber da construtora que não tem funcionários "consultoria técnica para obras do setor civil", e projetos para viabilizar a implantação de projetos no interior paulista. O Consórcio Viário São Bernardo, composto por Coesa e Concremat, pagou R$ 1 milhão para a mesma Rigidez por serviço de consultoria.

A Sanko Sider afirmou que a lisura de sua atividade será comprovada no processo. "A Sanko-Sider atua com reconhecida responsabilidade e ética há 18 anos nesse mercado e repudia veementemente qualquer afirmação, seja de quem for, que tente associá-la a atos e atividades com as quais não tem nenhuma relação". A Engevix não quis se manifestar. O consórcio Ipojuca e o grupo OAS não responderam aos questionamentos.

EMPRESA FORMADA POR LARANJAS

A Empreiteira Rigidez é uma empresa formada por laranjas. Andrea dos Anjos Bastião, de 40 anos, é uma das sócias. Moradora do bairro do Jaçanã, na zona norte de São Paulo, ela estudou até o segundo grau e teria recebido de Waldomiro de Oliveira a oferta de assinar como sócia da empresa. Recebia mesada em troca e os pagamentos teriam sido feitos até o começo desde ano, antes da Operação Lava Jato.

No endereço, um homem que se apresentou como marido dela afirmou que os pagamentos não passavam de mil reais por mês e que sua mulher só aceitou a proposta porque o barraco onde moravam ameaçava ser soterrado por um deslizamento de terra. Hoje, a casa de três pavimentos, inacabada, é de alvenaria. O endereço apontado como sendo a residência de outra sócia, Soraia Lima da Silva, inexiste.

No endereço da empreiteira, na Rua Dr.Rafael de Barros, o porteiro informa que Waldomiro Oliveira e Denisvaldo de Almeida mudaram-se do local há cerca de três anos. Em fevereiro passado, o oficial de Justiça que tentou citar os representantes da empresa voltou de mãos vazias. O endereço que aparece como residência de Almeida é uma sala num antigo prédio comercial no centro de São Paulo, que permanece fechada.

Waldomiro de Oliveira era um intermediário na contratação de laranjas para emprestar seus nomes a empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef. Foi ele, por exemplo, que aproximou do doleiro dos irmãos Leonardo Meirelles e Leandro Meirelles, que se apresentam como donos da Labogen, a empresa do setor farmacêutico usada para fazer remessas ilegais para o exterior. Enquanto a Labogen era usada para enviar dinheiro para ilegalmente para fora, a Empreiteira Rigidez servia também para fazer pagamentos em dinheiro vivo no Brasil. A Rigidez apresenta em sua movimentação financeira diversos saques em espécie.


Empreiteiras citadas

- Mendes Júnior

- Grupo OAS

- Consórcio Ipojuca (Queiroz Galvão/Iesa)

- Consórcio URC (Engevix/Niplan/NM)

- Sanko Sider

Empresas controladas por Youssef

- MO Consultoria

- GFD Investimentos

- RCI Software

- Empreiteira Rigidez

- Marsans

Crimes sob investigação


Lavagem de dinheiro, crimes contra o sistema financeiro, organização criminosa, formação de quadrilha, evasão de divisas e ocultação de provas

Petrobras

Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal, tinha "negócios" com Alberto Youssef.

Ricardo assegura US$ 23 milhões para investir no turísmo da Paraíba

ricardo conversando em palestra 
O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’, revelou que vai utilizar parte dos recursos do Programa de Ação para o Desenvolvimento do Turismo no Estado da Paraíba (Prodetur-PB) para revitalizar a praia do Jacaré, em Cabedelo, visando, segundo ele, a manutenção de um dos principais produtos do turismo paraibano. O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (16), durante debate promovido pelo trade turístico, em João Pessoa.
Durante o encontro com representantes de dez entidades que formam o trade turístico paraibano, Ricardo anunciou que recebeu da presidência do Senado um ofício informando que o financiamento de US$ 23 milhões solicitado pelo Governo do Estado aoBanco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para implementar o Prodetur foi aprovado e já pode ser autorizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).
Ricardo anunciou ainda outras propostas para o impulsionar o turismo paraibano, como a implantação, em João Pessoa, de um museu no casarão onde morou o ex-presidente Epitácio Pessoa, na Praça da Independência, e a construção da ponte ligando Cabedelo a Forte Velho, no Litoral Norte.
O governador aproveitou o encontro com trade também para apresentar números que demonstram o desenvolvimento sustentável do setor, como o aumento do fluxo de turistas de 23,85%, entre 2011 e 2014. “A taxa média de ocupação hoteleira na Paraíba, compreendida entre o período de janeiro de 2011 a julho de 2014, foi de 68,42%. Já o número de leitos saltou de 17,314 leitos, em 2010, para 26.347, em 2014, o que representa um crescimento de 52%”, destacou Ricardo.

Governo do Estado entrega nova Estação de Tratamento de Alhandra

4 
O Governo do Estado entregou, nesta quarta-feira (17), a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do município de Alhandra, que vai ofertar água tratada e de qualidade à população local pelos próximos 20 anos. A solenidade de descerramento da placa e apresentação da obra foi conduzida pelo presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, e pelo prefeito do município, Marcelo Rodrigues.
São 3.930 famílias que têm ligação de água e serão beneficiadas com a ampliação da vazão para 50 litros de água por segundo. O sistema, que já estava obsoleto, foi substituído por outro mais moderno e eficiente. A ampliação contou com a implantação de uma ETA de fibra, uma estação elevatória e um reservatório apoiado com capacidade de 30 metros cúbicos. O investimento foi de cerca de R$ 1,1 milhão, com recursos próprios.
De acordo com o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, a localização geográfica de Alhandra coloca o município no mapa do desenvolvimento do Estado e, portanto, precisa de infraestrutura e qualidade de vida para receber o desenvolvimento que está por vir. “Pela importância que Alhandra possui no Litoral Sul da Paraíba e pela relevância que terá nos próximos anos com a chegada de novas empresas e indústrias, a exemplo do polo automotivo da Fiat na divisa com Pernambuco, a cidade já carecia há bastante tempo de um investimento dessa natureza. A cidade tinha água distribuída em quantidade insuficiente e qualidade duvidosa, já que, durante o período invernoso, a água atendia aos critérios bacteriológicos, mas deixava a desejar do ponto de vista de cor e turbidez. Agora entregamos uma ETA moderna para que a população de Alhandra possa beber uma água de qualidade”, destacou.
Deusdete ressaltou, ainda, que a nova ETA tem capacidade para tratar 50 litros por segundo, o que é suficiente para atender o crescimento da cidade nas próximas duas décadas. “Temos ainda a possibilidade futura de captar água do novo sistema adutor que leva água para João Pessoa, que é a Translitorânea, exatamente nessa vazão. Isso reforça ainda mais a garantia de água nas torneiras para a população de Alhandra”, explicou.
O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, comentou que o Governo do Estado vem sanar, por meio da Cagepa, um problema antigo da população. “Estou muito feliz por essa ação do Governo do Estado, através da Cagepa, no nosso município. Esse era um anseio da população há muitos anos. Hoje temos uma estação de tratamento moderna que vai atender a população por mais 20 anos. Quase 90% do povo de Alhandra tinha água nas torneiras, mas sem condições de consumo. Agora podemos contar com água de primeira qualidade que pode ser usada não só nos serviços domésticos, como também para beber e cozinhar”, afirmou.
Além de representantes da Cagepa e autoridades locais, muitos moradores prestigiaram a solenidade, como a agricultora Luciene de Souza. Ela conta que mora em Alhandra há mais de 30 anos e só agora pode comemorar a conquista de um bem essencial, que é água limpa e tratada. “Aqui o abastecimento de água sempre foi um problema. Sofríamos com as faltas d’água e, quando ela chegava, tinha cor estranha e mau cheiro. Só usávamos para lavar roupa e limpar a casa. Mas, agora, estamos muito felizes com essa estação. Não tem alegria maior para uma dona de casa do que abrir a torneira e sair água pura, limpinha, que dá para beber sem medo”, disse.
Novas ETAs
O projeto total de ETAs com recursos próprios da Cagepa consta de 17 novas estações, das quais 10 já foram entregues à população dos municípios de Bom Jesus, Cachoeira dos Índios, Santana de Mangueira, Piancó, Emas, Triunfo, Igaracy, Coxixola, Nova Palmeira, além de Alhandra, que é a maior delas. Até janeiro de 2015, as cidades de Desterro, Água Branca, Riacho dos Cavalos, Aguiar, Nazarezinho, São José de Lagoa Tapada e Ibiara também serão contempladas com as obras. Ao todo, o investimento é de mais de R$ 5,9 milhões.
Parceria com a Funasa
Além destas 17 ETAs, outras 36 obras estão sendo viabilizadas por recursos do Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O investimento é de R$ 12 milhões na implantação de mais 36 novas estações, em diversas cidades do Estado, que beneficiarão mais de 65 mil famílias paraibanas com água tratada em suas casas.

Fabiano Lucena volta a usar as redes sociais para elogiar gestão de Ricardo

fabiano lucena falando no palacio 
O ex-deputado e ex-secretário de estado Fabiano Lucena, sobrinho do senador Cícero Lucena (PSDB), voltou a usar suas redes sociais nesta quarta-feira (17), para elogiar a atitude do governador Ricardo Coutinho (PSB), em criar um decreto para a implantação do Parque Estadual Trilhas dos Cinco Rios. Fabiano que foi o idealizador do projeto, enalteceu o gestor paraibano ao destacar em seu texto “O justo reconhcimento” a Ricardo Coutinho.
Fabiano que já há algum tempo demostra ter um bom relacionamento com o governador Ricardo Coutinho, por diversas vezes já elogiou a atual gestão pela realização de várias obras e até programas de governo.
Confira abaixo o texto postado por Fabiano Lucena.
Um cidadão e um governante conversam e a cidade sai ganhando. O interesse pessoal é deixado de lado em favor do coletivo. Esse pra mim é o verdadeiro sentido da política.
Ontem, assinei como testemunha o decreto governamental que cria definitivamente o Parque Estadual Trilhas dos Cinco Rios #ParqueDasTrilhas
Ao governador @realrcoutinho o justo reconhecimento. Jamais irei me arrepender de ter contribuído com o ideal de uma João Pessoa sustentável.
FACE FABIANO LUCENA


Em dois meses, Hospital Geral de Mamanguape realiza 2,5 mil atendimentos

Hospital de Mamanguape 
O balanço das atividades, divulgado nesta sexta-feira (12) pela direção, mostra que a procura foi maior em clínica médica, com o registro de 1.132 atendimentos, e pediatria, com 596.
A unidade hospitalar vem recebendo pacientes de outras cidades e até de outros Estados. Ao todo, o HGM recebeu pessoas de 22 municípios, incluindo alguns de Maceió (AL) e Natal (RN). A maior parte dos pacientes continua sendo de Mamanguape (1.049), seguido por Itapororoca (115), Capim (98), Rio Tinto (90) e Cuité de Mamanguape (85).
Exames
Apenas em setembro, o HGM realizou 2.480 exames laboratoriais, 273 radiografias e 50 eletrocardiogramas. Dona Maria Soares, 47 anos, saiu de Curral de Cima para buscar atendimento em Mamanguape. Sua sobrinha Maria Cilene Soares, 25 anos, ficou contente com a rapidez nos exames e no atendimento. “O atendimento é de primeira. O Hospital Geral de Mamanguape já é referência para o Vale do Mamanguape”, disse.
Para ampliar o atendimento, a direção do HGM cumpre o plano de instalação à risca. No dia 18 de agosto foram abertos 20 leitos de clínica médica. Já no dia 25 de agosto, a unidade abriu dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “O plano será executado em sua totalidade e conseguiremos oferecer outros atendim

Prefeita do PMDB dispara: “Cássio não assentou nenhum tijolo na minha cidade”

LOGRADOURO PREFEITA 
A prefeita de Logradouro, Célia Carvalho (PMDB), reafirmou nesta quarta-feira (17), durante reunião realizada em João Pessoa, seu apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’. A peemedebista aproveitou para relembrar que o candidato do PSDB ao Governo do Estado não entregou nenhuma obra em sua cidade.
“Cássio não assentou sequer um tijolo em Logradouro, pode procurar que você não vai encontrar. Ele prometeu muita coisa, mas não cumpriu nenhuma, não entregou uma obra sequer, como a estrada que ele prometeu por sete anos e quem construiu e entregou foi Ricardo Coutinho”, disparou Célia, se referindo à PB-081, que liga Logradouro à divisa com o Rio Grande do Norte, no valor de R$ 7,5 milhões.
De acordo com a prefeita, o governo de Ricardo restaurou ainda a rodovia que liga Belém, Caiçara e Logradouro, no valor R$ 2,08 milhões, e irá construir a adutora Canafístula I, que beneficiará a região, com investimento de R$ 3,3 milhões.
A prefeita do PMDB lembrou ainda que em Logradouro, a gestão socialista também investiu no apoio à bovinocultura e a apicultura, entregou um ônibus escolar e uma ambulância, construiu 73 unidades habitacionais e um laboratório de análises clínicas.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Hulk marca, goleiro brasileiro é expulso, e Zenit vence o Benfica

Hulk marca, goleiro brasileiro é expulso, e Zenit vence o Benfica 
O Zenit estendeu seu ótimo começo de temporada à Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, na rodada de abertura da fase de grupos, os russos venceram o Benfica, em Portugal, por 2 a 0 e conseguiram a 11ª vitória consecutiva em todas as competições que disputa. O atacante Hulk abriu o placar com um bonito gol, e Witsel ampliou. O goleiro Artur, dos Encarnados, foi expulso no começo do primeiro tempo por falta dura em Danny.

Na outra partida do Grupo C, o Monaco superou o Bayer Leverkusen por 1 a 0, gol da única estrela que não deixou o clube na última abertura da janela de transferências, o português João Moutinho. O Zenit tem a mesma pontuação que os monegascos, mas lidera a chave pelo saldo de gols. O Benfica é o lanterna.


Acostumado a enfrentar o Benfica desde os tempos de Porto, Hulk voltou a aprontar contra os Encarnados. O brasileiro abriu o placar logo aos cinco minutos da etapa inicial. O atacante recebeu ótimo passe por trás da defesa e tocou na saída do goleiro, quase como uma cavadinha. A vida dos russos ficou ainda mais fácil aos 18, quando Artur levou cartão vermelho direto.

Em nova falha dos defensores benfiquistas, Danny recebeu de frente para o gol, o arqueiro saiu da área e acertou o português, que já se preparava para driblar o rival. Ex-jogador do Benfica, Witsel ampliou de cabeça após cobrança de escanteio, aos 22 da primeira parte da partida.

Grupo de vereadores de CG ligado a Cássio deve anunciar nas próximas horas apoio a Maranhão

Grupo de vereadores de CG ligado a Cássio deve anunciar nas próximas horas apoio a Maranhão 
Pelo menos10 vereadores ligados politicamente ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), deverão anunciar nas próximas horas apoio a candidatura ao ex-governador José Maranhão, que disputa a única vaga disponível para à Paraíba ao Senado da República pelo PMDB.

O grupo de vereadores filiados a diversos partidos, não concorda em apoiar Wilson Santiago (PTB) ao Senado na chapa encabeçada pelo senador Cássio, e por isso, resolveu manifestar o apoio ao peemedebista.

Os vereadores estiveram reunidos nesta segunda-feira (15) com assessores de José Maranhão e a perspectiva é que o anúncio oficial da adesão seja formalizada ainda nesta semana.Recentemente o prefeito de Santa Rita, Netinho de Várzea Nova (PR), e mais 17 vereadores anunciaram,  o apoio político a candidatura do ex-governador José Maranhão  para o Senado Federal.

José Maranhão está liderando as pesquisas. Na pesquisa Ibope divulgada na semana passada ele obteve 30%, enquanto o candidato Wilson Santiago obteve 19% e Lucélio Cartaxo 14%.

Na semana passada, José Maranhão ganhou apoio de várias lideranças no Estado, entre elas a ex-prefeita de Piancó, Flávia Galdino e do deputado estadual Adriano Galdino. A maioria dos vereadores de Campina Grande que irá anunciar apoio a Maranhão vota em Cássio Cunha Lima.
 

Ricardo garante expandir concurso da PM e convocar mais candidatos aprovados

ricardo entrevista jornalistas boa 
O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’, reafirmou nesta terça-feira (16), a intenção de convocar mais aprovados no último concurso público para soldado da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. A iniciativa pode beneficiar mais de 5 mil candidatos que se habilitaram na prova intelectual.
“Eu vou chamar muito mais candidatos, até o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal permitir. Nós vamos aproveitar esse concurso até o máximo que a gente possa, pois temos mais de 5 mil habilitados”, reforçou Ricardo.
Os candidatos aprovados nas cinco fases do concurso passarão por um curso de formação de 10 meses, antes de atuarem no reforço das ações de segurança em todo Estado. O salário inicial do soldado é de R$ 2.548,16, podendo receber ainda por plantão extra remunerado, cujo valor pode atingir R$ 1.025,46, além de outras gratificações inerentes às funções.
Ricardo já é o governador que mais contratou concursados na história. Desde 2011, já foram nomeados mais de 11 mil servidores por meio de concurso público, entre professores, técnicos de administração, agentes penitenciários, procuradores, policiais, músicos da Orquestra Sinfônica e técnicos da Defesa Agropecuária, Codata, Cagepa e Detran.

Empresários comemoram decisão de RC em construir um centro de convenções em CG

ricardo com empresário de cg 
Representantes do trade turístico de Campina Grande estão entusiasmados com a decisão do governador Ricardo Coutinho (PSB) em construir um centro de convenções na cidade. A proposta foi apresentada pelo candidato da coligação ‘A Força do Trabalho’ durante debate realizado pela Associação Comercial, na noite de segunda-feira (15), e contou com o apoio unânime dos empresários campinenses.
O empresário Divaildo Bartolomeu, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Campina Grande e Interior da Paraíba (SindCampina), lembrou que a construção de um cento de convenções em Campina Grande é uma reivindicação antiga de sua entidade, que foi incorporada pelo governador Ricardo Coutinho. “Um equipamento como este dará as condições necessárias para a cidade receber agentes corporativos de grandes empresas, conferencistas e turistas em meses de pouco fluxo como janeiro, fevereiro, setembro e dezembro”, enfatizou
Divaildo destacou que o centro de convenções aquecerá os setores de comércio, serviços e imobiliário, com a instalação de novos hotéis. “O turismo de eventos já é uma realidade em João Pessoa, com o funcionamento do Centro de Convenções, e poderá ser também em Campina Grande, que tem muito a oferecer como um clima ameno, um forte comércio e pelo potencial cultural. Esse equipamento, em dúvidas, colocará nossa cidade na rota nacional e internacional do turismo de negócios”, disse.
Para o empresário Antônio Jatobá, presidente do Paraíba Convention Bureau, o centro de convenções de Campina Grande será essencial para o desenvolvimento do turismo na cidade de forma de forma sustentável, já que criará um fluxo de turistas o ano inteiro, movimentando bares, restaurantes, hotéis e agências de locação de automóveis. “Não se pode fazer turismo pensando em apenas 30 dias do São João”, pontuou.
O presidente do Convention Bureau lembrou que o maior auditório de Campina Grande hoje em dia é o do Hotel Garden, que comporta 750 pessoas, impedindo, segundo ele, a realização de grandes congressos. “Campina comporta tranquilamente um centro de convenções com auditório para 2 mil pessoas e um grande espaço para feiras, que colocará Campina definitivamente na rota do turismo de negócios”, salientou.